Rua José Guilger Sobrinho, nº 96 - São Paulo-SP 11 5891-8644 11 98810-2849

Supermercado repleto de ratos e baratas

Gostou? compartilhe!

Supermercado repleto de ratos e baratas
Amistura de alimentos com animais é sempre motivo de pânico para o consumidor. O caso fica mais grave quando este tipo de situação é flagrada em uma das maiores redes de supermercados de Salvador. Indignados com a falta de higiene, clientes e funcionários do Atakarejo da Avenida Tiradentes, Caminho de Areia, denunciaram a infestação de ratos e baratas no local.

Em resposta à denúncia, a gerência do estabelecimento limitou-se a responder que o processo de dedetização do local é feito periodicamente.


Na tarde de ontem, a Tribuna percorreu o local e comprovou a presença dos animais entre alimentos. No depósito do estabelecimento, o armazenamento deixa a desejar em relação à arrumação do estoque.

Porém, a situação mais crítica foi encontrada na seção de farináceos, onde fezes de ratos e baratas se misturavam aos pacotes de farinhas, flocos de milho e cereais. Os pequenos furos nas embalagens evidenciavam que roedores haviam circulado entre as embalagens.

De acordo com a denúncia dos consumidores, também é possível encontrar ninhos de animais nas prateleiras. "A situação aqui é bastante crítica. Já vi muitos ratos andando nos fundos das prateleiras e no telhado. Para fazer compras seleciono todos os pacotes com cuidado, se tiver qualquer furo não levo. Só continuo vindo aqui porque é perto da minha casa e o dono é meu amigo", disse um cliente, sem se identificar.

Outra consumidora, indignada pela falta de atendimento adequado do local, afirmou ter flagrado sacos de leites, furados por animais. "Quase todos os pacotes daqui já foram furados por ratos. Tudo está uma nojeira. Só vim para acompanhar minha filha, mas já alertei sobre o perigo. Alguém precisa tomar providência com isso aqui", esbravejou, Rita Rodrigues.

Segundo Fábio Santos, gerente da loja, a dedetização no estabelecimento é feita periodicamente, mas em épocas de chuvas, os animais podem aparecer. "Temos uma empresa que faz este tipo de serviço, mas em períodos de chuva, sempre aparece mais animais nas ruas. Sou novato aqui e não tenho autonomia para falar sobre este assunto. É melhor procurar nossa central", alegou.

Apesar das denúncias feitas por telefone, o medo de represálias não deixou que nenhum funcionário do local confirmasse a falta de higiene do supermercado. "Trabalho aqui há duas semanas e nunca vi nada disso. Não sei de onde começou esse boato", disse uma balconista, sem se identificar. A mesma declaração foi dada pelo carregador, Claudio Oliveira. "Não posso falar sobre isso, porque não trabalho diretamente com os alimentos, mas nunca vi nada estranho por aqui", afirmou.

Para obter mais informações sobre a denúncia, a Tribuna entrou em contato com a central da rede, situada no Iguatemi, porém nenhum integrante da diretoria ou gerência foi localizado para falar sobre o assunto.

Lojas já foram interditadas

Não é a primeira vez que a rede é envolvida em problemas referente à falta de higiene. Em maio do ano passado, a Vigilância Sanitária realizou uma ação e interditou a loja Iguatemi da rede Atakadão Atakarejo.

A medida foi tomada após inspeção que constatou falta de limpeza no interior da loja, más condições de armazenamento de alimentos, equipamentos danificados e ausência de climatização específica na área de pré-preparo do restaurante.

O funcionamento do local foi suspenso até regularização imposta pela Vigilância. Na época, as denúncias foram feitas por clientes, através da ouvidoria da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Fonte: Tribuna da Bahia


Gostou? compartilhe!

Certificados

Whatsapp Interprag Whatsapp Interprag